segunda-feira, 9 de agosto de 2010

DICE defende Talibans jogáveis em MOH

A DICE, produtora que está por trás dos modos multijogador do próximo Medal of Honor, defendeu a decisão de permitir que os jogadores possam jogar como soldados Taliban dizendo que trata-se apenas de um jogo.

"A comunidade hardcore online dos FPS não é conhecida pelo seu tacto, e não posso saber muito a não ser imaginar o tipo de coisas que serão ditas tanto na PSN como no Xbox Live quando o big boss Andy McNab disparar contra jogadores que estão identificados como Taliban."

"Observar as tropas de Colisão a serem abatidas por insurgentes nas ruínas de Kabul, faz-me sentir um pouco estranho, principalmente quando há apenas umas semanas atrás um amigo meu perdeu um irmão no Afeganistão."

"Esta é uma guerra real que está a acontecer agora, está mesmo a ser derramado sangue de verdade, e simular isso por divertimento enquanto somos recompensados por matar... Bem há qualquer coisa de esquisito nisso. No modo single-player, há uma história que adiciona contexto e significado para a carnificina. No multiplayer, é tudo por puro divertimento. Pelo menos os jogos da 2ª Guerra Mundial têm a distância da história, e têm a favor o facto do conflito ter sido absorvido pelo entretenimento popular nestes últimos 60 anos."

"Penso que é um ponto justo," disse o produtor Patrick Liu à revista PSM3, quando questionado sobre as declarações que dizem que é justo que os jogadores não se sintam muito confortáveis ao jogarem como soldados Taliban.

"Nós vamos agitar alguns sentimentos, embora não sejam sobre a guerra, mas sim sobre os soldados."
"Não podemos fugir do cenário em questão e quais são as suas facções, mas no fim, trata-se apenas de um jogo, por isso não iremos longe de mais nem provocar em demasia."

Medal of Honor vai ser lançado para PC, XBox 360 e PS3 no dia 15 de Outubro.

Fonte: Eurogamer.pt
http://www.eurogamer.pt/articles/2010-08-09-dice-defende-talibans-jogaveis-em-moh